12 de fevereiro de 2010

Segmento, o "x"da coleção.

Começou as aulas e de cara pegamos o Jr com as matérias dele (Mkt e Planejamento) que deixa a gente meio confusa.

Ele é um ótimo professor, e realmente deu aula, o que não aconteceu com o Edson nas últimas três aulas que eu teria com ele durante esta semana, porque quando estamos em sala, dúvidas surgem e a aula acaba indo até as 10 horas da noite.
Acho ruim que PGP (Prof. Edson - matéria que é referente da coleção) e Marketing (matéria de define público alvo e outras coisas) e Planejamento Estratégico esteja separado, pq tudo tem que meio que andar junto. Até não culpo o Edson por isso, mas então pq não reestruturamos diferente? Tinha que ter um jeito de intercalar os três, já que um depende do outro.

Aliás, começar a aula antes da merda do Carnaval nunca funciona.

Sinceramente não consigo pensar num tema antes de ter meu segmento definido. Foi assim que aprendi no último semestre e gostei.
Já que experimentei os dois jeitos eu tenho a opção de preferir uma.

O segmento tem que vir de uma brecha no mercado, o que é muito difícil de se descobrir, apesar de eu ter alguns deles em mente, mas para decidir preciso tirar dúvidas com o professor, e dependendo do segmento eu tenho temas distintos entre eles.

Saca só a confusão sobre os segmentos que eu tenho em mente:

#1 Streetwear (moda urbana com inspiração em tribos urbanas) inspirando no rock n'roll ou no punk.
Tudo bem que é quase uma heresia se inspirar no punk para criar uma coleção, mas se minha consciência não permitir eu fico com o rock n'roll. E ainda tenho que dizer por A + B por que é que isto é uma brecha no mercado.

Prós: tema que eu gosto, pode ser mto bem vendável já que está para estreiar um filme sobre o The Runaways, existem poucas lojas na cidade que comercializam este tipo de roupa, e na viagem para a gringa vi duas lojas com o estilo que eu queria fazer.

Contras: os professores podem achar o tema batido, e que isto não é uma brecha e não é inovador...bláblá. Tenho que ter uma grana para fazer isso ficar bom.

Desafio: criar estampas REALMENTE legais. E fazer um projeto gráfico bem melhor que o último.

#2 Gestantes (roupas ou lingeries para as futuras mamães podendo estender ao recém nascidos)

Prós: realmente é uma brecha. São pouquissímos lugares que tem este tipo de roupa para vender.

Contras: como é que eu vou fazer uma modelagem dessa? E precisaria de uma rica pesquisa em materiais. E onde é que vou ter dinheiro para ter estes materiais? Pq eu posso até achar, mas e a merda da grana? Tiro da onde?

Desafio: consegui trabalhar um tema que não faz parte do meu gosto, inovar na modelagem e aprender na marra como fazer uma pesquisa de materiais decente.

#3 Terceira Idade (vovós mocinhas ou caretinhas)

Prós: tipo de segmento pouco trabalhado, com possibilidade de sucesso.

Contras: as senhorinhas mocinhas, já sabem onde comprar suas roupas, e não sei se elas gostariam de ir a uma loja para elas, seria algo como "estou assumindo minha idade" e isso poderia envergonha-las.
Para vovós caretinhas, eu acho que este tipo de roupa vc encontra em qquer muquifo por ai. =/ Não sei se o público mais velho teria a cultura de comprar numa loja para terceira idade.
Na gringa eu vi uma loja que é especializada em mulheres assim, do tipo que vão no passeio da Nissei.

Desafio: arrumar um tema e conseguir trabalhar com ele, inovar modelagem e simplesmente fazer as coisas darem certo. Seria um grande desafio. E fora a GRANA.

#4 Pijamas Masculinos

Prós: poderia trabalhar com o tema de jogos dos anos 80. E poderia ser barato na hora de produzir.

Contras: não sei se isto é uma inovação. Preciso ver se consigo explicar com o A+B

Desafio: criar algo legais o suficiente que faça um homem querer comprar um pijama/cueca. E fazer algo para o homem, que é algo que nunca fiz.

#5 Lingerie

Prós: segmento que eu já trabalhei e gostei muito e é bem mais conta financeiramente.

Contras: não consigo achar a brecha que precisa para ser inovador

Desafio: convercer alguém que isto é inovador.

#6 Clubwear (Tipo de roupa para as meretrizes e/ou stripers.)

Prós: É algo que eu nunca vi comercializado poraqui e pode ser barato produzir isso. E eu já ouvi falar de uma loja que comercializa este tipo de roupa no RJ.

Contra: não sei como é que conseguiria comercializar isso, eu não sei se elas gostam de assumir este tipo de posição na sociedade ou se for possível elas preferem enconder, e tb não quero ser apontada como pessoa que induz algo. E como convencer os professores?

Desafio: não entendo nada deste assunto e não tenho tendência nenhuma para criar algo relacionando ao sensual e ao sexo.

Que confusão, não?

Eu sei que tudo isto que pensei foi sem pesquisa, mas o Carnaval ta aí para eu conseguir concretizar a minha idéia.

Pelo menos com o post eu "botei para fora".

Um comentário:

Carolina Dias disse...

Prós e contras muito bem colocados.
Realmente Mee, escolher um segmento é um grande desafio. Concordo sobre o carnaval, agora vamos passar esses dias tentando chegar a melhor conclusão. Haja pesquisa!
AH! Achei os pijamas masculinos um segmento mto interessante.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails